Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

17 dicas para melhorar o desempenho do PC com Windows!

Melhorar o desempenho do PC é um assunto amplo, uma vez que os sistemas operacionais (OS) estão se tornando cada vez mais complexos. Envolvendo desde as peças de hardware, até a otimização dos programas e configurações do computador, os ajustes são inúmeros.

No Brasil, o OS mais utilizado em computadores de mesa é o Windows, da Microsoft (de acordo com pesquisa do site E-commerce Brasil, de 2017), com mais de 96% do total.

Portanto, neste post, vamos focar no Windows, que possui abertura para várias modificações de desempenho. Pedimos desculpas aos usuários de outros sistemas, como Mac OS (Apple) e Linux. Prometemos que, em breve, criaremos um conteúdo dedicado a vocês!

Confira, a seguir, uma lista com 17 dicas para melhorar o desempenho do PC!

1. Altere as configurações de performance

Fatores como poeira e o calor gerado pelas peças, com o passar do tempo, começam a afetar o desempenho do PC. Porém, algumas modificações de configuração e no modo como utilizamos o computador podem ajudar a diminuir os impactos.

Logo de cara, o Windows disponibiliza uma tela de configuração rápida, para otimizar a performance. Em Painel de Controle > Sistema e Segurança > Sistema, selecione a aba Avançado.

Janela de Propriedades do Sistema.

Na tela que vai aparecer, abra as configurações de desempenho. Nelas, é possível visualizar alguns efeitos visuais e animações que podem ser desativadas para melhorar a performance.

Janela de Opções de Desempenho do Windows.

Ao selecionar a opção Ajustar para obter um melhor desempenho e clicar em OK, os efeitos são desligados. Vale a pena tomar cuidado, pois alguns deles podem atrapalhar a usabilidade do PC, como a opção Usar fontes de tela com cantos arredondados.

Como você também pode selecionar os efeitos visuais de forma personalizada, é recomendado testar quais deles podem ser descartados sem causar grandes impactos nas tarefas do dia a dia.

2. Reduza o número de abas no navegador

No dia a dia, é comum acumularmos várias abas nos navegadores de Internet. Podemos deixar páginas de redes sociais, e-mail e outros, todas abertas ao mesmo tempo. Porém, essa atitude consome mais memória e exige mais do PC.

Portanto, sempre que possível, evite o excesso de abas abertas simultaneamente. Aproveite para utilizar isso como um método de diminuir distrações e focar em uma atividade de cada vez. Seu computador agradece.

3. Configure os efeitos de transparência

Os efeitos de transparência do Windows ajustam a aparência de algumas barras laterais e da barra de tarefas (taskbar). Desativá-los significa que esses elementos vão manter a mesma cor em todos os momentos.

A opção se encontra dentro do menu de Configurações (⊞ Win + I), na aba Cores.

Janela de configuração de Efeitos de Transparência do Windows.

4. Configure as animações

As animações do Windows são mais percebidas quando estamos mexendo com janelas, minimizando, maximizando ou fechando. Como mais um efeito visual, é possível habilitar/desabilitar pelo menu de Configurações > Facilidade de acesso > Tela.

Janela de configuração de Animações do Windows.

5. Elimine a inicialização automática de alguns programas

Sempre que um software novo é instalado, ele pode se configurar para iniciar toda vez que o computador for ligado. Isso acontece para que não seja preciso acionar aquele programa manualmente.

Em alguns casos, isso pode ser útil – com programas antivírus, por exemplo, nos quais é recomendado que estejam sempre ligados. Porém, essas pequenas tarefas de inicialização podem deixar o computador mais lento, principalmente nos primeiros minutos após o carregamento do Windows.

Você pode ativar/desativar a inicialização automática de programas, acessando Configurações > Aplicativos > Inicialização. Serão mostrados os programas que estão iniciando juntamente com o Windows e os impactos para o desempenho do PC.

Janela de configuração de programas iniciados com o Windows.

6. Mude as configurações de energia

Essa é uma das dicas para melhorar o desempenho do PC, mas para quem usa notebooks. O Windows possui planos de energia, que são configurações específicas para quando o laptop está conectado ou desconectado a uma tomada.

Por padrão, quando o notebook está funcionando na bateria, o sistema desacelera o desempenho do computador para economizar energia. Por causa disso, há uma diferença de performance.

Ao clicar no ícone da bateria, na barra de tarefas, você pode visualizar uma barra e arrastar um marcador até o mais alto desempenho, para modificar rapidamente as configurações.

Tela de configuração de planos de energia do Windows.

Também é possível configurar o Windows para que o plano de energia opte pelo melhor desempenho, independentemente da conexão da fonte do notebook. Clicando com o botão direito do mouse no ícone da bateria, você acessa as opções de energia, com uma série de configurações.

7. Desative as notificações do Google Chrome

De acordo com o site Net MarketShare, o navegador de Internet mais utilizado no mundo é o Google Chrome (dados de julho de 2019). O programa oferece a opção de ativar notificações para alguns sites, que mostram mensagens e outras atualizações dessas páginas, mas utiliza mais processamento do computador.

Você pode controlar o que quer receber e eliminar (ou bloquear) as notificações de todos os sites que oferecem essa opção no Google Chrome. Na barra de endereços do navegador, copie este link para acessar essas configurações:

chrome://settings/content/notifications?search=notificações

8. Remova programas que não estão em uso

Outro detalhe que pode melhorar o desempenho do PC é manter apenas os programas que são utilizados. Portanto, de tempos em tempos, é recomendado fazer uma limpa no sistema.

Desinstalando os programas desnecessários, você libera mais memória, o que pode fazer a diferença, principalmente em computadores de entrada, com configurações menos robustas.

9. Utilize programas de limpeza

Existe uma série de programas especializados em limpeza para Windows. Esses softwares vasculham locais em busca de erros no registro e arquivos temporários que possam ser removidos.

Um deles é o CCleaner. Com uma interface simples, o software oferece várias dessas opções, além de controles sobre a inicialização de programas e a limpeza do cache de navegadores de Internet. Você pode acessar o site oficial do CCleaner clicando aqui. Existe uma versão gratuita, bem como opções pagas do programa.

10. Realize a desfragmentação do disco rígido

Para HDs convencionais, alguns arquivos são armazenados em blocos separados, “em pedaços”. Dessa forma, quando o computador precisa acessá-los, o processo fica mais lento.

O Windows oferece um desfragmentador de disco, que vasculha o disco e reorganiza os blocos separados, reunindo esses arquivos em um só pedaço e, consequentemente, aumentando a sua velocidade de leitura e gravação.

Para acessar essa ferramenta, vá até Configurações > Sistema > Armazenamento > Otimizar Unidades. Se o disco estiver com muita fragmentação (o Windows mostra a porcentagem), realize a desfragmentação. É importante ressaltar que esse processo é demorado e pode levar algumas horas para terminar.

Ferramenta de desfragmentação do Windows.

11. Utilize a função Limpeza de Disco

Para quem prefere não encher o computador de softwares de limpeza, o Windows oferece uma ferramenta de limpeza de arquivos temporários e do sistema (que não são mais necessários), além de deletar o conteúdo da lixeira. A Limpeza de Disco lista a quantidade de memória que será liberada e te deixa escolher o que excluir.

O programa está localizado dentro das ferramentas administrativas do Windows. Na barra de tarefas, é só digitar o nome para pesquisar e encontrar o aplicativo.

12. Faça checagens regulares de vírus

Inimigos invisíveis da velocidade do PC, os vírus merecem especial atenção. Ao contrário do que se possa pensar, muitos deles não estão interessados em apagar todos os seus arquivos ou roubar seus dados bancários.

Alguns vírus, pelo contrário, invadem sistemas apenas para continuar se multiplicando. O processo, por si só, já é uma ameaça ao desempenho do computador, que terá que lidar com tarefas a mais.

Por isso, manter um programa antivírus ativo é uma boa atitude para manter a consciência tranquila. Uma das maiores utilidades desses softwares são os avisos que eles dão quando algum arquivo suspeito é detectado, apagando ou isolando a ameaça automaticamente.

Entre as opções de antivírus, o Kaspersky é um dos mais famosos (pago). Mas, entre as opções gratuitas, temos o Avira, o AVG e o Avast com boas funcionalidades e de fácil instalação.

13. Mantenha o Windows atualizado

Atualizações do sistema operacional, em geral, costumam trazer correções de pequenos erros, além de alguns incrementos e otimizações que deixam o sistema mais eficiente.

Banner para o e-book sobre Fibra Óptica.

Portanto, é recomendado manter o sistema atualizado. Além dos ganhos de desempenho, o Windows fica mais protegido contra ameaças externas. Para verificar as atualizações do seu sistema, é só acessar o menu Configurações > Atualização e Segurança > Windows Update.

14. Remova spywares e adwares

Spywares (spy + software) podem ser traduzidos como programas de espionagem, enquanto os adwares são aqueles softwares que baixam e executam anúncios automaticamente.

Para além do risco de informações roubadas, softwares maliciosos desse tipo também atrapalham o desempenho do PC, uma vez que são tarefas executadas em segundo plano, muitas vezes sem o nosso conhecimento.

Algumas ferramentas, semelhantes aos antivírus, são focadas na remoção de spywares e adwares. Confira uma lista com softwares anti-spyware, reunidos pelo site Safety Detective, clicando aqui.

15. Faça um upgrade de memória RAM

Além dessas dicas para melhorar o desempenho do PC, que não exigem nenhum gasto, também vamos recomendar alguns investimentos que podem aumentar consideravelmente a velocidade do Windows.

A memória RAM é responsável por armazenar arquivos durante a execução de programas. Diferente do HD, ela não serve para guardar nada a longo prazo, mas é fundamental para o desempenho nas atividades.

Pentes de memória RAM.

Quanto maior a quantidade de memória RAM, mais “folga” o sistema vai ter para processar comandos, e as tarefas serão executadas mais rapidamente. Portanto, um upgrade desse componente é uma alternativa.

16. Instale um SSD

SSDs estão se tornando tendência entre os consumidores de tecnologia. Isso porque, ao contrário de alguns anos atrás, os preços estão se tornando cada vez mais acessíveis.

Uma unidade de estado sólido (Solid State Drive) armazena os arquivos de forma diferente de um HD, que é, literalmente, um disco rígido feito de metal. Além de alguns benefícios, como durabilidade e confiabilidade, existe um fator essencial para colocar os SSDs no radar: a velocidade.

Em média, eles conseguem um desempenho quase quatro vezes mais rápido na leitura e gravação de arquivos, quando comparado a um HD convencional. Isso acaba impactando muito no desempenho do computador.

A partir de 2019, já é possível encontrar um SSD de 240 GB por menos de R$ 200. Por mais que eles ainda sejam mais caros, quando comparamos o preço por gigabyte, sua performance é um diferencial que pesa na balança.

Com cada vez mais serviços na nuvem, a necessidade por espaço físico em disco diminui. Dessa forma, um sistema com menos memória pode ser considerado como viável, nos dias de hoje.

17. Possua um bom plano de Internet

Como já foi discutido, muitas das atividades que realizamos dependem da Internet, seja para trabalhar com e-mails ou se divertir, por meio das plataformas de streaming (Netflix, YouTube, Spotify).

Banner para o quiz sobre planos de Internet da Ligue.

Nesse contexto, podemos incluir boa conexão de Internet como uma das dicas para melhorar o desempenho do PC, impactando no tempo de espera de vários dos serviços mencionados. Para quem trabalha com arquivos grandes, ou divide a rede com mais de uma pessoa, um plano de alta velocidade faz a diferença.

A Ligue é uma provedora de Internet via fibra óptica, com planos de 25 a 500 mega de velocidade. A empresa está presente nas cidades paranaenses de Araruna, Campo Mourão, Cianorte, Doutor Camargo, Engenheiro Beltrão, Jandaia do Sul, Jussara, Marialva, Paiçandu e Peabiru. Clique no banner para conhecer os planos!

Banner para a página com os planos de Internet da Ligue.

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *