Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Transporte de Dados Lan-to-Lan: o que é e como funciona

A infraestrutura de comunicação é um dos pilares para o funcionamento de qualquer empresa. No meio digital, isso significa investir na conexão entre os computadores da organização.

Mesmo com a facilidade da Internet sem fio, em situações onde há muitos terminais conectados e um grande volume de dados, utilizar apenas o Wi-Fi pode resultar em mais custos, além de uma conexão não tão eficiente.

Por isso, uma alternativa é a criação de redes locais, chamadas de LANs — Local Area Networks. Essas soluções podem assegurar ganhos de produtividade e eficiência na comunicação interna da empresa.

Neste post, reunimos as principais vantagens em utilizar esse tipo de conexão, além de uma explicação sobre o que é o transporte de dados Lan-to-Lan. Boa leitura!

O que é e como funciona

O modelo de conexão LAN refere-se à criação de uma rede que interliga os computadores da empresa com um sistema de cabeamento que não depende da Internet.

Os cabos mais utilizados são do tipo Ethernet, presentes também na grande maioria dos computadores e roteadores domésticos. As cores mais comuns para esses fios são o azul e o amarelo.

Cabo Ethernet amarelo.

Cabos Ethernet possuem velocidades de transmissão de até 10 Gigabits por segundo.

Para empresas que possuem mais de uma localidade física, há um serviço de Internet específico para suprir a necessidade de conectar esses locais entre si, denominado transporte de dados Lan-to-Lan.

Esse recurso cria uma conexão externa entre as redes locais de uma organização e precisa garantir alta velocidade e confiabilidade na transmissão de dados. Dessa forma, é possível integrar os diferentes setores do negócio sem riscos de segurança.

Benefícios das redes locais

As redes locais proporcionam velocidades de transferência muito altas, quando comparadas às conexões de Internet. Nessas, os dados que saem de um computador precisam passar por um servidor externo, para depois serem transmitidos entre as outras máquinas da rede.

Em uma LAN, por outro lado, esse servidor é interno, o que garante um caminho mais curto para os dados. Dessa forma, a transmissão de informações ocorre de forma mais eficiente. Em contrapartida, há uma limitação física para esse modelo, em relação à ampla cobertura da Internet.

Banner para o e-book sobre Fibra Óptica.

Outra vantagem em utilizar uma rede local é o compartilhamento e a segurança de arquivos internos. No modelo de LAN, os arquivos armazenados no servidor podem ser facilmente acessados, por meio da navegação nas pastas do computador.

Ao utilizar uma conexão que não fica exposta externamente, as informações transitam apenas entre os terminais internos da empresa. Portanto, desde que o servidor esteja bem protegido e configurado, há uma proteção maior desses dados.

Por fim, uma LAN traz a comodidade de poder conectar outros equipamentos, como impressoras e scanners, entre todos os computadores da empresa, apenas configurando esses aparelhos à rede local.

O transporte de dados Lan-to-Lan é uma solução para empresas que proporciona escalabilidade ao conectar redes locais entre si, como as diferentes filiais de uma organização, por exemplo.

A Ligue é uma provedora que oferece planos de Internet de até 500 mega. Presente nas cidades paranaenses de Araruna, Campo Mourão, Cianorte, Doutor Camargo, Engenheiro Beltrão, Jussara, Marialva, Paiçandu e Peabiru, também são ofertadas soluções para empresas, como links dedicados, PABX virtual e o próprio transporte de dados Lan-to-Lan. Clique aqui para conhecer mais!

Banner para a seção de serviços para empresas do site da Ligue.

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *